2

carboxiterapia

Como funciona no no nosso corpo

Imagem

Ao penetrar o co2 em forma de gás produz uma hiperdistensão do tecido liberando bradiquinina, serotonina, histamina e catecolaminas que estimulam os receptores beta-adrenergicos produzindo a destruição das células.

Do lugar da injeção o CO2 se difunde facilmente para os outros tecidos, exercendo sua função. Sua introdução sob a pele se completa com um movimento de massagem manual que ajuda a distribuir o anidrido carbônico. Parte dele, vai aos glóbulos vermelhos e ao ficar em contato com a hemoglobina, oxigena os tecidos.

Esse oxigênio permite ser usado para reações metabólicas. Os primeiros resultados se observam imediatamente, melhora a qualidade do tecido e a  pele se torna mais Lisa e as zonas afetadas se tornam mais finas. Tratando de maneira eficaz o problema da celulite, melhorando a circulação sangüínea.

Este gás ajuda a melhorar o intercâmbio intracelular e a nutrição celular nas pessoas com celulite.

Indicações:

– Celulite
– Obesidade Localizada (ajuda a reduzir medidas)
– Flacidez
– Estrias
– Micro Varizes
– Pré e Pós Lipoescultura (melhora os resultados evitando fibroses)

1. carboxiterapia na celulite

Imagem

Esse é um dos tratamento que eu mais gosto, e o qual vejo maior resultado.

A celulite deve-se a um transtorno circulatório a nível local, ao não produzir uma drenagem correta de nossas células, as impurezas se acumulam em forma líquida, a princípio, para adquirir depois uma consistência espessa. A acumulação deste líquido espesso produz como conseqüência uma irritação das células chamadas fibroblastos que começam a produzir colágeno em maior quantidade.

Ocorre então, uma tração da pele… deixando-a com um aspecto de casca de laranja. A carboxiterapia restabelece a micro circulação, pois o gás faz uma vasodilatação aumentando assim a  velocidade do fluxo sanguíneo e diminuindo a acumulação de líquidos entre as células, diminuindo a fibrose.

2. A carboxiterapia na gordura localizada

Imagem

Para gordura localizada não vejo grandes resultados. Porém alguns estudos comprovam sua eficacia e diz que promove a quebra das células de gordura a partir da estimulação de seus receptores beta adrenérgicos. A carboxiterapia também serve tanto no pre quanto no pós operatório de lipoaspiração, pois contribui para a retração tecidual, e vascularização e melhora de imperfeições a pele pós lipo.

3. carboxiterapia na flacidez da pele e estrias e rugas.

rugasestrias-vermelhas-antes-depois

A partir da quinta sessão feita, já é possível notar a pele mais saudável e lisinha. O CO2 melhora a circulação e estimula a produção de colágeno e de fibras elásticas. Para estrias eu gosto de usar junto o acido retinoico no local das estrias. A Carboxiterapia melhora o aspecto da pele e de estrias vermelhas, pois promove a remodelação do colágeno e da elastina que irão deixar a pele mais firme, diminuindo o aspecto das estrias. Dizem que a melhora com a carboxiterapia é de mais ou menos 60%, por isso gosto de usar o acido junto. Eu amei os resultados!!! Uma pele melhor oxigenada cicatriza melhor, produz mais colágeno e por melhorar a circulação, reduz o inchaço. A distensão do tecido pelo gas carbonico faz com que a pele retraia, melhorando a flacidez.

Imagem

Contra indicações

A carboxiterapia é considerada uma técnica segura, mas devemos nos atentar por algumas contra indicações citadas por alguns autores são elas: Infarto agudo do miocárdio, angina instável, insuficiência cardíaca, hipertensão arterial, tromboflebite aguda, gangrena, infecções localizadas, epilepsia, gravidez, distúrbios psiquiátricos, insuficiência respiratória e renal.

 

O método inclui cerca de 10 a 20 sessões, divididas em uma ou duas vezes na semana – tempo que o corpo precisa para metabolizar o gás. É possível notar a pele mais saudável e firme logo após as primeiras sessões. O método precisa ser associado a uma alimentação livre de gorduras e à prática de exercícios físicos.

 

 

 

 

0

Ficou grávida…. cuide-se!!!

♥ DONA DE CASA LINDA ♥

Futura mamãe…. o momento agora é seu, aproveite para se cuidar, além, é claro, de aproveitar cada momento mágico dessa etapa da vida…. mas que exige cuidados redobrados com o corpo. Primeiro vamos listar alguns probleminhas estéticos que podem ocorrer na gravidez.

1. Manchas na pele: o aumento do nível de progesterona estimula o escurecimento da pele. Conhecida como cloasma ou melasma, as manchas da gravidez estão na categoria das mais difíceis de serem tratadas. Quanto maior for o fototipo, maior será a chance de hiperpigmentação, pois uma pele mais morena apresenta mais células, ou seja, melanócitos, que são as produtoras de pigmento, a melanina.

Os médicos são unânimes quando dizem que a melhor maneira de prevenir manchas na pele durante a gravidez é utilizar protetor solar, bonés ou chapéus sempre que houver exposição aos raios UVA e UVBA mulher deve sim tomar banho de sol durante a gestação, mas com atenção…

Ver o post original 1.099 mais palavras

0

Pre-pa-ra!!! o Verão está chegando…. Conheça alguns tratamentos estéticos para combater a celulite!!!

TRATAMENTOS ESTÉTICOS PARA COMBATER A CELULITE

ImagemImagem

  1. DRENAGEM LINFÁTICA: Imagem Indicada para todos os graus de celulite, a drenagem linfática é uma massagem voltada a eliminação de líquidos acumulados nos tecidos. A partir dos movimentos, toxinas e outros resíduos metabólicos também são expelidos, melhorando o aspecto da pele como um todo. O método é bastante eficaz no combate a celulite, além de combater também a sensação de inchaço.
  2. MASSAGEM MODELADORA:  ImagemÉ realizada com o acompanhamento de cremes específicos que auxiliam na redução da celulite. Seu principal objetivo é atuar sobre a gordura localizada e melhorar a circulação sanguínea. É indicada para todos os graus de celulite, desde que o problema esteja associado a gordura localizada, nos casos em que a celulite surge por flacidez da pele ou carga genética, a modeladora não é tão eficiente, seria melhor a Drenagem.
  3. ENDERMOLOGIA: Imagem O procedimento é feito com o auxilio de um equipamento que faz uma massagem profunda na pele, estimulando a circulação no tecido e eliminando as toxinas do corpo.
  4. RADIOFREQUENCIA: ImagemUm dos tratamentos mais eficazes contra a celulite. Este aparelho estimula a produção de colágeno o que diminui as fibroses que retraem o tecido, deixando a pela cheia de furinhos. O aparelho utiliza uma radiação eletromagnética de alta freqüência que faz com que as moléculas de água se agitem, aumentando a temperatura. É um procedimentos mais duradouros, por reestruturar o tecido de maneira mais intensa. Indicado para todos os graus da celulite, principalmente nos casos onde a flacidez é associada
  5. CARBOXITERAPIA: Imagemé uma técnica estética que além de ser eficaz na eliminação da celulite, combate às gorduras localizadas e estrias, melhora ainda o  tônus muscular, driblando a flacidez. O desenvolvimento da celulite passa por três fatores: edema, gordura e fibrose. A carboxiterapia atua nesses três níveis.  O edema é resolvido pela dilatação dos vasos e otimização da circulação, a fibrose é rompida pela injeção de gás, e a gordura mais facilmente queimada pelo aumento do metabolismo que ocorre no local.
  6. ULTRASSOM 3 MHZ: ImagemO ultrassom produz 3 tipos de efeitos: térmico, químico e mecânico. O efeito térmico provoca aumento da vascularização do tecido e melhora da oxigenação local. O efeito químico provoca produção de colágeno e de fibras elásticas melhorando a firmeza da pele. O efeito mecânico provoca o aumento da penetração de ativos cosméticos melhorando a performance dos produtos. No caso da celulite e gordura localizada é usado um gel com princípios ativos próprios para esse uso. Um dos efeitos do ultra-som é diminuir o processo de fibrose e por este motivo ele pode diminuir o aspecto dos furinhos na pele. Além disso, o aparelho consegue melhorar a circulação local e reorganizar as fibras que ficaram desorganizadas no processo de “formação” da celulite. 
  7. VIBRIA: ImagemO aparelho de ultrassom de alta potência tem ganhado milhares de seguidores devido ao baixo custo das sessões e às poucas contraindicações. Este aparelho dispõe de completo arsenal de recursos e combinações terapêuticas que promovem tratamentos com alta eficácia em resultados e tempo.  É a associação do ultrassom de alta potência com correntes terapêuticas. Essa terapia combinada é um dos principais tratamentos atualmente na estética, por isso oferece os melhores resultados nos tratamentos de gordura localizada, celulite, flacidez muscular, pré e pós-operatório, fibrose, edemas e hematomas. 

Porém, todos esses recursos, exigem persistência e continuidade, melhor ainda se for combinado a outros tratamentos, como a drenagem linfática. É importante saber que nenhum tratamento estético contra celulite funciona sem alterações na dieta e prática de exercícios físicos. É preciso reduzir o consumo de açúcar e de gorduras, além de tomar muita água.

ImagemImagem

Por: Lilian Vanessa Jacob Alves – fisioterapeuta dermato funcional 

0

Tratamentos Pós Operatórios ajudam na recuperação do paciente e evitam edema, equimose, hematomas e fibrose

Drenagem linfática, ultrassom, microcorrente e terapia combinada são os métodos usados para trazer melhores resultados pós cirúrgicos

 

O inverno é a estação do ano que muitas pessoas escolhem para realizar cirurgias plásticas, principalmente porque evitam contato com o sol. Entretanto, após realizar um procedimento cirúrgico é preciso ter alguns cuidados, o principal deles é o tratamento pós operatório (P.O) que, de acordo com a fisioterapeuta, especialista em dermato funcional, Fernanda Schneider Trentini, consiste em uma avaliação prévia, com perguntas sobre o tipo da intervenção cirúrgica realizada, o tempo de pós operatório, se houve ou não complicações e se está fazendo uso de medicamentos. “Além disso, é preciso analisar o processo de cicatrização e situações comuns, decorrentes da cirurgia, como presença de edema, equimoses, hematomas, seroma e fibrose”, comenta.

 

A, também fisioterapeuta, Lilian Jacob, explica que, para realizar um trabalho fisioterapêutico eficaz, é preciso uma minuciosa avaliação, se possível com foto, com o intuito de identificar o histórico da cirurgia, as alterações e limitações que o paciente está apresentando. “Orientar o paciente quanto à postura, a maneira correta de levantar e deitar e a melhor forma para dormir, é importante. Após a liberação médica, inicia-se a drenagem linfática manual, que ajuda na diminuição do edema, na revascularização e na diminuição do tempo de pós cirúrgico”, destaca.

 

Além deste tratamento, também é possível utilizar o ultrassom, que ajuda na reparação tecidual e vascular, trazendo um resultado eficaz em relação a equimoses e hematomas, reduzindo a chance de desenvolver fibrose, principalmente em caso de lipoaspiração. “Outro método indicado é a microcorrente em cima da cicatriz, quando se trata de abdominoplastia. Após 30 dias, a edermologia poderá ser aplicada, proporcionando um desfibrosamento profundo e normalizando a vascularização cutânea. Nessa fase, o paciente pode cuidar da cicatriz com cosméticos adequados, ultrassom e massagem específica. A partir deste ponto, é importante dar continuidade aos recursos como drenagem e ultrassom combinado com corrente. No caso de fibrose, recomenda-se a perfusão da pele, introduzindo tratamentos como radiofrequência e carboxiterapia”, explica Lilian.

 

O equipamento de terapia combinada é um dos mais indicados, e é uma novidade no consultório. “Ele possui o ultrassom de grande superfície e alta potência, permitindo seu uso juntamente com a microcorrente, que acelera em até 500% a produção do ATP, a molécula que participa de todos os processos energéticos da célula e é responsável pela síntese de proteína, reparação e regeneração tecidual”, revela Fernanda.

 

O tratamento pós operatório é indicado para todas as cirurgias plásticas estéticas ou reparadoras, tanto faciais como corporais. “Dentre as principais estão: lipoaspiração, abdominoplastia, mamoplastia de  aumento ou redutora, ritidoplastia ou lifting facial, rinoplastia (nariz) e blefaroplastia (pálpebras)”, aponta Fernanda Trentini.

 

É inevitável que, após qualquer procedimento cirúrgico, o paciente sinta dores e, os tratamentos pós operatórios, de acordo com a fisioterapeuta Lilian, também servem para aliviar as dores, bem como melhorar a circulação linfática e sanguínea, acelerar a regeneração dos vasos e tecidos, além de aumentar a hidratação e nutrição celular, auxiliar na remoção de hematomas e de fibroses, acelerar o processo de cicatrização e recuperação, antecipando, assim, o retorno às atividades cotidianas.

 

Porém, é preciso estar atento às contraindicações, como em caso de deiscência dos pontos, presença de seroma, rejeição de próteses linfoadenopatias (enfartamentos ganglionares) e necrose, não recomendá-se a drenagem linfática e o paciente deve ser encaminhado para o médico. “Além disso, é preciso respeitar o tempo de cicatrização para que não haja complicações, como abertura dos pontos, por exemplo”, reforça a fisioterapeuta Fernanda.

 

O tempo de duração de cada procedimento, depende do tipo e da extensão da cirurgia (quantas regiões foram operadas). Fora isso, o paciente deve ter alguns cuidados, durante e depois do tratamento. Antes de se submeter a cirurgias plásticas, os pacientes devem estar conscientes que deverão seguir as recomendações médicas e fisioterapêuticas para que haja sucesso da intervenção.  Geralmente, é indicado o uso de cintas, faixas, placas, macaquinho e sutiã, específicos para cada caso; não fazer atividades domésticas, atividades físicas e não carregar peso até que a cicatrização do tecido esteja completa. Também não é aconselhável dirigir e carregar crianças no colo, durante um mês. “Costumo recomendar a ingestão de bastante líquido, alimentos ricos em silício (como folhas verdes escuras, arroz, milho, aveia, trigo, manga, banana), que aumentam a síntese de ATP, melhorando a oxigenação das células e estimulando a produção de colágeno. O consumo de nutricosméticos, cápsulas manipuladas, que contém silício e outros nutrientes que auxiliam na cicatrização do tecido e aceleram a recuperação, também são indicados, proporcionando uma recuperação mais rápida”, cita Fernanda.

 

Durante o tratamento, o fisioterapeuta deve aconselhar o paciente a não se expor ao sol, pois os hematomas podem manchar a pele, passar filtro solar nas cicatrizes para que não fiquem escuras, não fumar, para não ter complicações na pele, como necrose, não esticar o corpo exageradamente e ter paciência para o resultado definitivo, pois a pele precisa se acomodar e respeitar o tempo de repouso.

 

“O uso da cinta faz parte dos cuidados pós operatórios e o tempo de uso varia entre 30 a 90 dias, pois elas auxiliam na cicatrização e evitam o aparecimento das irregularidades. A alimentação também é muito importante, consumir frutas, legumes, verduras e vitaminas, além de alimentos ricos em ferro. Uma boa dica é tomar suco de laranja com couve, todas as manhã, durante o tratamento. No caso da lipoaspiração, o paciente deve usar as placas associada à cinta por, pelo menos, três meses”, ressalta Lilian.

 

Para iniciar o tratamento, tudo depende do tipo da cirurgia realizada. No caso de uma lipoaspiração, o tratamento já pode ser iniciado no dia seguinte à intervenção, já que não há presença de grandes cicatrizes. Na abdominoplastia é necessário esperar de 10 a 15 dias pois, antes disso, há presença de inflamação aguda e o colágeno recém formado pode ser facilmente rompido, prolongando o processo de reparação, além de, possivelmente, predispor a formação de seroma, devido a presenta de muito líquido na região operada. Portanto, na maioria dos casos, o tratamento fisioterapêutico pós operatório deve ser iniciado mediante autorização do cirurgião plástico para evitar futuras complicações.

1

Rejuvenesça!!! Dicas e tratamentos tops das clinicas de estética

 

Os cuidados estéticos nunca acabam, até porque temos que ir contra a gravidade, raios solares, lâmpadas, poluição e contra nós mesmos… imagina o quanto a nossa pele e o nosso corpo são agredidos no dia a dia… Pra quem trabalha na área da estética sabe como é, muito dificil ter um paciente disciplinado, com boa alimentação/ ingestão de água, e persistência e os tratamentos devem ser feito de forma gradual. As manchas têm células de memória, isso quer dizer que os tratamentos para clareá-las funcionam, mas tendem a voltar. Quanto mais rápido o tratamento, mais rápido a mancha volta, portanto o clareamento deve ser progressivo e lento. Vamos lá….

1.      Use Cremes antirrugas

Existem três tipos de cremes contra as rugas: os cosméticos, os cosmecêuticos e os medicamentos. Enquanto os cosméticos apenas hidratam a pele , sem alterar a sua estrutura, os cosmecêuticos prometem penetrar mais na pele, sem os efeitos adversos que podem acontecer no uso de medicamentos. Eles são utilizados em pacientes com a pele sensível e têm como principais compostos o retinol, os chamados alfa-hidroxiacidos (glicólico e lático) e as vitaminas C e E. Entre os medicamentos, o mais famoso e indicado é o ácido retinoico. O modo de ação destes três tipos é parecido. Os ácidos presentes neles removem a camada morta da pele, o que permite que o produto penetre. A ação das substâncias promove um estímulo para produção de novas células. Com isso, aumenta a concentração de colágeno e elastina, proporcionando maior firmeza e elasticidade da pele, o que, por sua vez, atenua as rugas existentes e previne o aparecimento de novas.

As vitaminas C e E agem como antioxidantes na pele, assim como o chá verde, substâncias que costumam aparecer nos cremes. Todas atuam contra os efeitos dos radicais livres, causados por exposição solar, tabaco e poluição.
Para aplicar o creme da forma correta, sempre fazer movimentos que “levantem” a pele, sempre acompanhando a musculatura natural da pele. A movimentação correta levará ao efeito de lifting.

2.      Alimentação certa

Alimentos ricos em carotenoides, como laranja, mamão, cenoura, damasco e vegetais escuros, retardam o envelhecimento, assim como os ricos em flavonoides, como chá verde, frutas vermelhas, beterraba e berinjela. O zinco, presente nos frutos do mar, o licopeno do tomate e as vitaminas C e E também retardam o envelhecimento celular. Já os alimentos ricos em isoflavonas (soja), selênio (castanhas) e silício (aveia) atuam no combate à flacidez cutânea. Nossa parte agente consegue fazer né?

3.      Não fume

Cada cigarro diminui a oxigenação da pele por 90 minutos! Imagine quem fuma mais do que um por dia. Resultado: a pele fica grossa e amarelada, por causa da nicotina, sem viço e opaca. Além de todos os problemas que causa à saúde, o cigarro também provoca distúrbios no metabolismo e acelera a perda de colágeno, células responsáveis por dar sustentação e elasticidade à pele, favorecendo a flacidez. O ato de fumar provoca rugas ao redor dos lábios e ao redor dos olhos… então não fume.

4.      Não se estresse

O estresse emocional altera nossos hormônios, aumentando a liberação de corticoide endógeno e adrenalina, por exemplo. Isso pode deixar a pele mais oleosa e acneica.

5.      Xô Poluição.

Os gases nocivos encontrados no ar poluído formam uma película de toxinas que acaba sendo absorvida pela pele, aumentando as reações de oxidação e formação de radicais livres que agridem a pele. A oxidação é um processo natural que acontece no organismo, mas que envelhece as células. O excesso de poluição oxida as células tanto da pele como do organismo todo. Por isso, para evitar essa reação, é importante proteger a pele diariamente, aplicando protetor solar, hidratante e fazendo a higienização para eliminar as impurezas.

6.      Beba muita Água

Um dos primeiros sinais da falta de água (desidratação) se dá na pele. Entre as células, temos um líquido intersticial que ajuda na sustentação da pele, entre outras funções. A falta de ingestão de água deixa a pele flácida e sem viço. Além de deixar a pele hidratada e firme, beber água também favorece a excreção de toxinas, substâncias que prejudicam a pele. O recomendado é consumir pelo menos dois litros de água por dia.

7.      Use Protetor solar

O excesso de exposição solar, e principalmente a falta de proteção solar, é a principal causadora do envelhecimento da pele e de câncer de pele. Para se ter uma ideia, a radiação solar é responsável por 80% do envelhecimento da pele exposta, principalmente nas peles mais brancas, que sofrem este processo precocemente.  E ainda, manchas, sardas, flacidez, pele áspera, aumento das rugas e, em alguns casos, câncer de pele. O FPS, para o dia a dia, nunca deve ser menor que 30 para rosto, colo, pescoço e mãos (regiões da pele mais sensível) e 15 para o restante do corpo.

8.      Evite açúcares e gordura

Em excesso, o açúcar é responsável por outro processo de envelhecimento celular chamado “glicação”. O açúcar se liga às proteínas da pele, como o colágeno, provocando a rigidez destas proteínas. Assim ela perde a função de elasticidade, deixando a pele flácida e com rugas. Já a gordura em excesso fica acumulada no tecido subcutâneo de forma irregular, provocando gordura localizada e celulite.

9.      Dormir faz bem

Sem sono adequado não existe reparo. Durante o sono, produzimos hormônios “rejuvenescedores”, como a melatonina e o hormônio do crescimento. Estes hormônios são “calmantes” e reparadores. A falta de sono provoca estresse e não dá tempo para o organismo descansar. Resultado: pele sem viço e com olheiras.

10.   Use um bom hidratante

Um rosto bem hidratado apresenta uma boa elasticidade, já uma pele desidratada costuma apresentar mais flacidez e rugas. Com o envelhecimento, as glândulas sebáceas diminuem em número e tamanho, deixando a pele mais ressecada e agrava as rugas. Portanto, além de beber líquidos, a pele terá benefícios extras se for hidratada com cremes e loções.

Seguindo esses passos já é meio caminho andado… Agora vamos aos tratamentos tops das clinicas de estética, q hoje em dia alcançam resultados magníficos.

LIMPEZA DE PELE

É a base de todos os tratamentos de rosto. Não é nada mais do que uma limpeza profunda, onde é dada particular atenção aos poros e à sua desobstrução. Os produtos utilizados são selecionados conforme o tipo de pele em questão e a sua aplicação ganha, inevitavelmente, contornos de uma suave massagem, terminando com uma hidratação extrema.

PEELING QUÍMICO

É um tratamento esfoliante poderoso que, tal como o próprio nome indica, recorre a substâncias químicas que eliminam os desagradáveis defeitos superficiais da pele. Existem três tipos de peeling: superficial, médio e profundo. É aconselhado no tratamento de rugas, manchas cutâneas, cicatrizes de acne, poros abertos e flacidez, entre outras situações. O resultado é uma pele mais firme, uma tez uniformizada e um aspecto rejuvenescido.

Existe uma série de peeling, por isso é sempre bom consultar um dermatologista antes de qualquer procedimento estético, pra cada pele um peeling.

Peeling Nivel 1
Muito superficial: é indicado para peles sem brilho, secas, cansadas e maltratadas.

Peeling Nivel 2
Superficial: é indicado para peles com manchas superficiais, ásperas, rugas e acne ativa.

Peeling Nivel 3
Médio: é indicado para peles com rugas, manchas, cicatrizes de acne, sulcos e marcas de expressão.

Peeling Nivel 4
Profundo: é indicado para peles muito envelhecidas e com cicatrizes de acne muito profundas.

PEELING FÍSICO DE CRISTAL/ DIAMANTE

Com o peeling de cristal/diamante é possível remover as células mortas da pele e, assim, regenerar o local. Seu rosto ganha uma textura macia e delicada. A esfoliação progressiva da superfície cutânea feita pelos microcristais remove as células mortas e estimula a produção de colágeno e elastina, deixando a pele mais fina e macia. Esse procedimento é realizado com o auxílio de um aparelho com sistema a vácuo que promove a pulverização de cristais de óxido de alumínio sobre a área a ser tratada. Esta reação abrasiva destrói a barreira externa da cútis, aumentando a penetração e potencializando a ação das medicações tópicas – tanto aquelas utilizadas pela paciente em casa, quanto aquelas aplicadas pelo dermatologista durante o próprio procedimento. São várias as indicações: tratamento de cicatrizes de acne, fotoenvelhecimento, manchas, estrias e rugas finas. Em alguns casos, pode-se associar a outros tratamentos, como laser, carboxiterapia, luz intensa pulsada, radiofrequência…

A grande tendência é a combinação de diversas técnicas para o procedimento ter melhor resultado sem ter que ser tão agressiva, como a combinação de peeling com luz pulsada na mesma sessão ou de peeling mecânico antes de um peeling químico. Os peelings mais profundos ou a laser ficam reservados para épocas de menos calor e para casos mais graves de envelhecimento cutâneo.

PEELING BIOLÓGICO OU ENZIMÁTICO

Peeling feito com ácidos de frutas (enzimas) que geram descolamento da camada mais superficial da pele. AFA’s e Peeling da Casca da Laranja (orange peel). Tem uma máscara q particularmente eu gosto muito que é a de açúcar mascavo (ac.glicólico) com iogurte natural (ác.lático) 1 x por semana a pele fica linda, lavar o rosto com água do arroz lavado (ác.kójico) e a máscara de maça um ótimo clareador….

PEELING VEGETAL (Gommage)

Esfoliação.

LUZ PULSADA

Para manutenção dos resultados e para evitar que as manchas e/ou as rugas voltem a aparecer no rosto, indico uma sessão de luz pulsada de baixa energia a cada 2 ou 3 meses, porque estimula o colágeno e impede que reapareça.

Outro bom coadjuvante é aplicar vitamina C líquida e concentrada todo dia de manhã na pele do rosto. Isso ajuda a controlar mais as manchas, a vitamina C inibe a ação do tirosinase, uma enzima relacionada à produção de melanina, além de ter efeito antioxidante.

A luz pulsada é um dos tratamentos mais eficientes no combate ao envelhecimento. Por isso, para eliminar manchas e conseguir uma pele mais rígida e firme nada melhor do que agendar algumas sessões desse procedimento. Muito procurada especialmente para tratar regiões como o rosto e o pescoço, a luz pulsada é ainda uma excelente opção para se livrar das pequenas manchinhas que aparecem no colo e nas mãos com o avanço da idade. A partir dos 30 anos os abusos em relação à exposição ao sol começam a se manifestar e é justamente nessa hora que você deve procurar se cuidar, deixando a pele mais viçosa e cheia de vida. Se livre de suas manchas, marcas de expressão, olheiras, vasinhos faciais e estrias esse aparelho é fantástico!!!

O bom é fazer o peeling de cristal com ácidos para preparar a pele e home care durante 1 mês antes da luz pulsada para ter um resultado mais satisfatório.

RADIOFREQUÊNCIA

Estimula a formação do colágeno, devolvendo a elasticidade, firmando o contorno do rosto e suavizando as linhas de expressão em volta dos olhos, linhas da testa e também as rugas em volta da boca. Tudo por conta da produção de colágeno que é uma das fibras de sustentação da pele. É uma tecnologia capaz de estimular a produção de colágeno e, assim, reverter e retardar os sinais do tempo, melhorando a pele sem provocar alterações que obriguem o afastamento do trabalho e das atividades diárias.

LASER DE CO2 FRACIONADO

O laser de CO2 fracionado é hoje o mais eficaz tratamento para rejuvenescimento proveniente do laser. Ameniza intensamente as rugas da testa, em volta da boca, rugas finas, envelhecimento causado pelo sol, rugosidade fina da pele, aspereza, cicatrizes de acne, manchas provocadas pelo sol. Os locais mais tratados são: face, pescoço, colo e mãos e qualquer tipo de pele pode se submeter ao tratamento. O laser funciona como um peeling profundo sendo seguro e capaz de renovar todas as camadas da pele em tempo extraordinário.

PEELING ULTRASSÔNICO

Procedimento realizado com um aparelho de Peeling Ultrassônico, com alto poder clareador, rejuvenescedor e hidratante; associado a ativos como a vitamina C, Dmae e ácido hialurônico.
Indicado para rejuvenescimento facial, redução de poros dilatados, renovação celular intensa, suavização de rugas finas, remoção de manchas, ativação de colágeno e elastina, hidratação profunda e clareamento facial.

CARBOXITERAPIA

É um método não-invasivo que consiste em pequenas infiltrações de CO2 (dióxido de carbono) nos tecidos afetados. A carboxiterapia promove uma vasodilatação, ou seja, aumento da circulação local, melhorando o fluxo sanguineo e o aporte de oxigênio na célula. Basicamente possui dois mecanismos. Primeiramente é um potente vasodilatador, ocorre um aumento da circulação local, consequentemente aumento do aporte sanguineo e de oxigênio na pele. Um tecido mais oxigenado “produz” mais colágeno e elastina.O segundo mecanismo se deve a distensão da pele pelo gás, isso leva a uma retração do tecido distendo e consequentemente a melhora da flacidez.

São muitos os tratamentos que existe, então procure o seu dermatologista, faça um bela avaliação com sua fisioterapeuta e mãos a obra para lutarmos contra as marcas do envelhecimento…

Cuidados diários

Um dos segredos para inibir rugas, flacidez e perda do viço é intensificar aqueles cuidados cotidianos .

– Lave o rosto pela manhã e à noite, mas agora com produtos mais suaves. O ideal é que sejam indicados pelo dermatologista. Caso contrário, a saída é experimentar: depois de lavar o rosto, observe o conforto e a elasticidade da pele, que deve ficar lisinha e macia; se ficar repuxando, é sinal de que o produto precisa ser mais emoliente

– Após lavar o rosto, apliquer uma loção tônica de acordo com a necessidade da pele (hidratante, que controla a oleosidade, calmante, purificante, para peles sensíveis etc). O cosmético ajuda a completar a limpeza e fecha os poros. Mas atenção: quem tem pele seca, ou já passou da menopausa, não deve usar as versões adstringentes, que agravam o problema de ressecamento.

– Depois de limpa e tonificada, a pele deve ser hidratada com um potente anti-idade pode ser  nas versões manipuladas com ativos personalizados, de acordo com a necessidade da pele.

– De manhã, é fundamental a aplicação de um protetor solar, todos os dias, mesmo quando estiver nublado. Quanto mais clara a pele, mais alto deve ser o FPS. Na praia ou na piscina o fator de proteção deve ser mais alto que o de costume.

– A velha e boa regrinha de nunca dormir com maquiagem deve ser seguida à risca. Alguns tipos, como as que contêm óleos e silicones, podem obstruir os poros e provocar acne. Além disso, o hábito de não retirar a pintura do rosto pode deixar a pele opaca e com aspecto cansado, o que não favorece a pele

– Mulheres que têm muita mancha devem hidratar a pele com cremes que contenham ativos clareadores como vitamina C, ácido kójico.

– As cápsulas também são boas aliadas na batalha contra o envelhecimento, pois dessa forma é mais fácil de os ativos serem absorvidos. Nessa fase, os mais indicados são os antioxidantes, como licopeno, vitamina E e vitamina C ,que impedem o dano celular. Mas atenção: elas não são milagrosas e, além de precisarem ser prescritas por um médico ou nutricionista, devem ser tomadas por, no mínimo, três meses para começar a se notar alguma diferença na pele.

Vale lembrar que toda mulher quer ter uma pele bonita e saudável, porém, mulheres grávidas que estejam amamentando e adolescentes não podem fazer determinados tipos de peeling, principalmente os que utilizam ácido.

Espero que tenham gostado e q se cuidem já…. bjsssssssss

3

Ficou grávida…. cuide-se!!!

Futura mamãe…. o momento agora é seu, aproveite para se cuidar, além, é claro, de aproveitar cada momento mágico dessa etapa da vida…. mas que exige cuidados redobrados com o corpo. Primeiro vamos listar alguns probleminhas estéticos que podem ocorrer na gravidez.

1. Manchas na pele: o aumento do nível de progesterona estimula o escurecimento da pele. Conhecida como cloasma ou melasma, as manchas da gravidez estão na categoria das mais difíceis de serem tratadas. Quanto maior for o fototipo, maior será a chance de hiperpigmentação, pois uma pele mais morena apresenta mais células, ou seja, melanócitos, que são as produtoras de pigmento, a melanina.

Os médicos são unânimes quando dizem que a melhor maneira de prevenir manchas na pele durante a gravidez é utilizar protetor solar, bonés ou chapéus sempre que houver exposição aos raios UVA e UVBA mulher deve sim tomar banho de sol durante a gestação, mas com atenção ao horário correto: até as 10h e após as 16h. 

Durante a gravidez não pode fazer muita coisa…mas alguns tratamentos estão liberados são eles: O uso de cremes despigmentantes específicos para gestantes, o ideal é procurar um dermatologista que fará a manipulação adequada a você e indicará um protetor solar específico. Eu como fisioterapeuta dermato funcional, gosto muito de aplicar máscaras de vitamina c, arbutin e argila branca são ótimos clareadores. Faço também algumas limpezas de pele durante a gravidez, com produtos para gravida e o peeling de cristal.

2. Estrias: Entre um dos mais comuns problemas na gravidez relacionados com a pele estão as estrias… aquelas marcas avermelhadas, por vezes azuladas que surgem na barriga, coxas, parte superior dos braços, nádegas e até mesmo nas panturrilhas. A prevenção é a forma mais eficaz.

Os cremes são ótimos para aliviar a comichão e a irritação da pele e manter a pele hidratada. Além de hidratar a pele com cremes, também é importante beber muita mais muita água mesmo…. a hidratação será completa. Se a sua pele estiver bem hidratada a probabilidade de desenvolver estrias é menor.

Outra forma de se evitar as estrias é uma dieta saudável, as vitaminas C e A são essenciais para este tipo de prevenção. Ex:  laranjas, pimentos, tomates, cenouras, mangas. Ingerir ómega 3 tambem é muito importante para a saude da pele. Uma dieta equilibrada ajuda também no controle do peso, fator predominante na prevenção das estrias. Qualquer flutuação acentuada do peso poderá causar estrias.

O exercicio físico também é um ótimo recurso. Na estética eu faço esfoliações e hidratações semanais, geralmente com argila, mel… enfaixo com papel filme e deixo por no mínimo meia hora.

Além da drenagem linfática para diminuir o inchaço. Uso cremes com oleos de semente de uva, amendoas doce, rosa mosqueta, macadâmia, vitamina E, entre outros.

3. Obesidade: A fome pode estar ligada a alterações psicológicas e emocionais, como períodos de ansiedade e fragilidade, que podem levar à compulsão alimentar. As mulheres que ganham muito peso durante a gravidez têm hábitos alimentares ruins e que, possivelmente, continuam depois do nascimento do bebê. É bom receber orientação alimentar adequada para não colocar a sua vida e de seu bebê em risco. 

Dicas para uma gravidez saudável:

Beba água constantemente, de 1,5 a 2 litros por dia.

Consuma pelo menos três frutas por dia, além de legumes e verduras no almoço e jantar. Esses alimentos são ricos em fibras, que previnem a prisão de ventre, muito comum na gestação.

Fracione as refeições em seis a oito vezes ao dia, com pequenas quantidades, e mastigue devagar. Consuma alimentos com baixo teor de gordura e evite ingerir líquidos durante as refeições, para facilitar a digestão e evitar azia.

A carne é muito importante nesse período, por ser rica em ferro e proteínas. O ferro pode ser melhor absorvido se consumido com frutas ricas em vitamina C, como kiwi, laranja, limão, acerola, tangerina e abacaxi.

A mulher deve realizar exercícios aeróbicos leves e moderados, variando a frequência semanal conforme seu nível de aptidão, isto é, se ela era sendentária ou ativa antes de engravidar. O pilates , caminhada e hidroginástica são atividades adequadas a esse período.

bloggravidez1

4. Oleosidade na pele: as alterações hormonais durante a gestação também costumam deixar a pele mais oleosa, facilitando o surgimento de espinhas e cravos. Procure seu dermatologista para indicar os produtos para usar em casa. Dicas: lave bem o rosto assim que acordar. Em seguida, use uma loção adstringente para remover os resíduos de sujeira da pele e tonifica-la. 

Hidrate a pele e use um protetor solar para sair de casa. Já que a pele fica mais oleosa durante a gravidez, o melhor é usar as versões oil-free (sem óleo) ou em gel.

 

Durante o dia, use lenços próprios para remover a oleosidade do rosto, principalmente na zona T. Se a pele estiver muito oleosa, aproveite para lavar o rosto e reaplicar o protetor solar.

 

Antes de dormir, repita a limpeza feita pela manhã. Jamais durma sem remover a maquiagem. Na estética faça limpezas de pele com frequencia e também peeling de cristal uma vez a cada 2 meses.

 

5. Celulite: Os hormônios da gestação e a própria pressão da barriga aumentam a retenção de liquido, que colabora para o surgimento das ondulações. a drenagem linfática é o método mais indicado. Infelizmente a culpa desses furinhos é da sua dieta, sua falta de atividade física, os maus hábitos de seu estilo de vida e seus genes para celulite! 

A principal medida é conciliar atividade física aeróbica de baixo impacto, como caminhar ou nadar, com  drenagem linfática, duas vezes por semana. Isso ativa a circulação, elimina toxinas, diminui o inchaço e controla o aumento de peso.  É bom também evitar uma alimentação rica em gorduras, condimentos e sal, que favorecem a retenção de líquido.

6. Varizes:

A duplicação do volume de sangue, a diminuição do retorno venoso e o aumento do calibre das veias contribuem para o aparecimento de varizes.  As varizes costumam aparecer entre o sexto e o sétimo mês, mas as medidas preventivas precisam ser tomadas desde o começo.

Dicas:

  • Fazer exercícios leves três vezes por semana, estimulando o fortalecimento da musculatura, que pressiona as veias e ajuda no retorno venoso.
  • evitar sapatos de salto alto e qualquer roupa apertada, principalmente calcinhas e meias três-quartos, que dificultam a circulação sangüínea.
  • Durante o dia, tentar não ficar mais de uma hora na mesma posição e fazer um intervalo de cinco minutos para caminhar ou apenas se movimentar na cadeira.
  • Usar meia-calça de compressão, especial para gestante, para evitar o acúmulo de sangue nas extremidades.
  • Tentar dormir com pés elevados, para facilitar o retorno venoso, e virada para a lateral esquerda, para não comprimir a veia cava, o que ocasionaria a circulação do sangue mais lenta.
  • Reduzir a quantidade de sal na alimentação e consultar o médico sobre a possibilidade de incluir nas refeições o gengibre, que ativa a circulação.

A tabela abaixo pode ajudá-la a acompanhar o ganho ideal de peso durante a sua gestação, de acordo com o seu IMC pré gestacional.

Ganho de Peso durante a gravidez. Revista Saúde! Edição 0331, editora Abril

O objetivo da fisioterapia dermato funcional na gestação é a conscientização a postura, desenvolver toda a potencialidade de reserva dos músculos para responder as exigências da gravidez, manter o bem estar físico, mental e social, corrigir e tratar alterações posturais, aliviar estados dolorosos no corpo, adaptar vestuários: calçados, roupas, calcinhas, meias compressivas e sutiãs, compensar os desequilíbrios posturais, manter boa condição física, prevenir o aparecimento de estrias, celulite, varizes. Promover o relaxamento e varias outras coisas.

A idéia é focar em protocolos preventivos a fim de amenizar os efeitos deste período e proporcionar alívio, relaxamento e hidratação.

bloggravida